terça-feira, 3 de março de 2015

AOS 68 ANOS, MORRE O CANTOR JOSÉ RICO


Morreu nesta terça-feira (3), em Americana, no interior de São Paulo, José Rico. O cantor de 68 anos, que fazia dupla com Milionário, havia sido internado pela manhã com complicações no coração e nos rins.
Segundo o Facebook oficial dos artistas, o veterano foi submetido a alguns procedimentos clínicos, mas não resistiu.

No Instagram, Amália Barros, assessora do famoso, confirmou o falecimento. "O maior de todos se foi. O mito, a melhor voz desse País! Meu coração está despedaçado. Muito, muito triste. Obrigada por tudo, Zé Rico! Me sinto privilegiada de ter convivido um pouco com você!", escreveu.

Fonte:http://www.msn.com/

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

TENTATIVA DE FUGA NO CENTRO DE RECUPERAÇÃO DE ALTAMIRA


As fugas dos últimos dias já somam 9 presos que conseguiram escapar do local
Nesta sexta-feira 27/02, por volta das 7h da manhã, dois detentos conseguiram chegar até os muros do CRA – Centro de Recuperação de Altamira, porém não tiveram êxito na fuga e foram contidos por policiais e agentes penitenciários. Desde a noite desta quinta, que equipes do GTO, CME e ROTAM estão avisados de uma possível rebelião no presídio de Altamira, os rumores se confirmaram durante a madrugada quando os detentos fizeram muito barulho e ameaças porém se acalmaram momentos após a direção do presídio estar no local e conversar com o detentos. Alguns deles já estão em greve de fome a alguns dias por conta da demora de julgamentos.As fugas dos últimos dias já somam 9 presos que conseguiram escapar do local, apenas 3 foram capturados. O sistema penitenciário que deveria recuperar os cidadãos que cometeram crimes, só piora a situação da sociedade Altamirense, pois conta com condições precárias de assistência do estado, apesar dos esforços da direção no local, não se poder fazer muito com uma estrutura antiga e ultrapassada.
Os projetos de recuperação das pessoas custodiadas é frágil e na verdade só piora um problema que prece não ter fim, o aumento da violência em Altamira.

Por: Felype Adms
Fonte: Altamira Hoje

BANDIDOS ARMADOS ASSALTAM AGÊNCIA BANCÁRIA EM SÃO FÉLIX DO XINGU

Durante a manhã desta sexta-feira (27/02), bandidos armados renderam clientes e a gerência do Banco do Brasil em São Felix do Xingu, Sudeste do Estado. Após fazer reféns e usá-los como barreira humana, os criminosos usaram mochilas e malotes para sair com o dinheiro da instituição financeira, 3 seguranças da agência também foram rendidos e as armas levadas pelo bando.
Cerca de 8 bandidos teriam participado do assalto, reféns foram levados pelos criminosos, a polícia militar e civil na cidade pediram reforço das cidades de Tucumã e Ourilândia do Norte, um helicóptero de Redenção também deve dar apoio aos policiais locais. Segundo informações os bandidos podem ter usado vicinais para fugir, e evitado a PA279 que liga São Felix a Tucumã.
Nenhuma pessoa foi ferida, a esperança de familiares e amigos, é que os 6 reféns sejam liberados com vida, o veículo usado na fuga é roubado. Na agência bancária os bandidos chegaram a efetuar disparos e quebrar vidros e caixas eletrônicos, outras informações você acompanha a qualquer momento.

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

USUÁRIO DE DROGAS É MORTO A FACADAS EM ALTAMIRA

Elias Luz de 25 anos, foi assassinado a golpes de faca no Bairro Açaizal, centro de Altamira após supostamente ter roubado R$250 reais de uma "amigo", o crime de homicídio foi cometido por Rogério Silva que ainda disse:
"Eu não gosto de ladrão, eu estava fumando drogas com ele e quando eu dormi ele aproveitou e me roubou, eu saí atrás dele, dai ele estava lá no bar da Jaci... Tava lá de boa e eu cheguei e meti a faca mesmo" disse Rogério.

DESEMBARGADOR ANULA DECISÃO DE JUIZ DO PIAUÍ QUE SUSPENDIA O WHATSAPP NO PAÍS














Determinação derruba efeitos da determinação que obrigava operadoras a interromper operação do aplicativoPOR 26/02/2015 16:45 / ATUALIZADO 

TERESINA - Os desembargadores Raimundo Nonato da 
Costa Alencar e José Ribamar Oliveira, do Tribunal de 
Justiça do Piauí (TJ-PI), concederam nesta nesta quinta-feira
 liminares para sustar os efeitos da decisão do juiz Luiz 
de Moura Correia, da Central de Inquéritos do Poder 
Judiciário em Teresina, que suspendia o uso do aplicativo 
WhatsApp em todo o Brasil.

— Ela (a medida do juiz) fica sem eficácia até a ação ser
 decidida por inteiro — diz Alencar. — O juiz, assim como 
eu, tem jurisdição restrita. No caso do juiz, à comarca, e,
 no meu caso, ao estado.
Contudo, afirma, é preciso respeitar o magistrado.
— Não concordo com nenhum tipo de atitude que 
tente expor o juiz ao ridículo.
ENTENDA O CASO
A suspensão havia sido determinada no último dia 
11 de fevereiro, sob o argumento de que o WhatsApp 
estava se recusando, desde 2013, a repassar informações
 solicitadas pelo Núcleo de Inteligência da Polícia Civil do 
Piauí, que investiga casos de pedofilia na internet. O magistrado, 
então, ordenou a todas as operadoras de telefonia a paralização 
do aplicativo em todo o Brasil. Mas as empresas recorreram da 
medida dias depois.
 Nesta quinta-feira, o desembargador decidiu em favor do recurs
o das companhias.
Em sua decisão, porém, Alencar destaca que sua liminar
 não desobriga o WhatsApp de repassar as informações 
pedidas pela Justiça, mesmo procedimento adotado por 
José Ribamar Oliveira, que acatou pedido da Telefônica 
Brasil, que alegava não ter condições de suspender o 
serviço no prazo de 24 horas. O Marco Civil da Internet,
 em vigor desde o ano passado, exige que os serviços 
ofertados no país devem respeitar a legislação brasileira.

Na manhã desta quinta-feira, o juiz que ordenara a 
suspensão divulgou uma nota na qual criticou com 
veemência o aplicativo. "A postura da empresa, que 
sob a alegação de não ter escritório neste país, se 
mantém inerte às solicitações da Justiça Brasileira, 
desrespeitando decisões judiciais a bel-prazer, tornando-se
 verdadeira terra de ninguém, atentando contra a 
soberania deste Estado", escreveu ele.“A medida de 
suspensão dos serviços do WhatsApp não atende ao 
requisito da proporcionalidade em sentido estrito. 
Nesse caso é imprescindível que se analise a existência
 de proporção entre o fim perseguido qual seja fazer com 
que a empresa Facebook do Brasil repasse com maior 
brevidade possível as informações referentes as conversas 
dos investigados realizadas pelo aplicativo e o ônus imposto 
ao atingido, que no caso não é apenas a Telefônica Brasil, 
mas também toda a sociedade brasileira”, diz Oliveira, em 
sua decisão.

O site do Tribunal de Justiça registra que a decisão que derrubou 
a determinação do juiz Moura Correia foi tomada às 15h34 desta 
quinta-feira. Os documentos do processo não estão disponíveis 
para os internautas por se tratar de investigação em segredo de justiça.

Fonte:http://oglobo.globo.com/

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015

CRIANÇA É ENCONTRADA ÁS DUAS HORAS DA MADRUGADA ABANDONADA EM ALTAMIRA

.Era por volta das duas horas da madrugada  quando um grupo de rapazes que trabalham fazendo rondas pelos bairros da cidade, encontraram essa criança que pode ter três ou quatro anos perambulando pelas ruas do reassentamento urbano Jatobá. A criança estava bastante assustada, pois não sabia onde estava.
Um dos rapazes do grupo acionou a polícia militar que alertou o conselho tutelar quanto a questão do abandono de incapaz.
O procedimento de  auto de entrega da criança aconteceu ás duas e meia da madrugada. A criança estava sozinha sem saber para onde ir. Mesmo com a presença da conselheira tutelar, a mãe da criança foi apenas notificada. O sargento da equipe policial que atendeu a ocorrência falou sobre o assunto.
Uma testemunha contou a equipe de reportagem que o abandono de incapaz acontece quase que diariamente. E que a mulher acusada de deixar a criança sozinha tem mais duas crianças, e que a mulher sai para beber todas as noites.

Por: Sidalécio Souza 
Fotos: José Antony

quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015

ACUSADO DE MATAR EMPRESÁRIO COM 12 FACADAS É PRESO


Acusado de matar empresário com 12 facadas é preso (Foto: Wellington Hugles)
(Foto: Wellington Hugles)
Um homem acusado do latrocínio de um comerciante, no municípioe Tucuruí, foi detido na manhã  ddessa terça-feira (17). A vítima foi morta com 12 facadas. O acusado teria confessado o crime, segundo informações da Polícia Civil da cidade.
O acusado – identificado como Roberto da Silva, 26 anos, vulgo “Neném” – matou o comerciante Orlando dos Santos Souza, 56 anos, na tarde do último domingo (15). Roberto teria consumido quantidade de cocaína momentos antes do crime e discutiu com a vítima, segundo depoimento do acusado.
O corpo de Orlando dos Santos foi encontrado em um terreno baldio no bairro da Bela Vista, em Tucuruí, na tarde da segunda-feira (16).
Roberto da Silva está detido na Seccional de Tucuruí e será transferido para o Centro de Recuperação Regional do município, onde aguardará julgamento.
(DOL com informações Wellington Hugles/Diário do Pará)

segunda-feira, 16 de fevereiro de 2015

POLÍCIA CIVIL PRENDE TRAFICANTES DURANTE A MANHÃ DESTE DOMINGO

A detenção de dois funcionários do CCBM foi em um terreno baldio em Altamira, na Rua Cel. José Porfirio entre Pedro Gomes e Agrário Cavalcante, os dois foram flagrados vendendo entorpecentes para usuários de drogas.
Uma determinada quantidade de Maconha foi apreendida e esse material deve passar por exames no CPC Renato Chaves pra comprovar a substância nociva ao organismo, o dinheiro já apurado pela dupla também foi apreendido.
No local da apreensão a polícia já tinha recebido várias denúncias do comércio criminoso de drogas, até que nesta manhã de domingo o Del. Vitor Juaçaba e Mauricio Mota conseguiram êxito na prisão. A dupla foi presa em flagrante e vão reponder com base no artigo 33º do Código Penal, por tráfico de drogas.
"São dois vendedores desse mal social que é a droga, que estamos tirando de circulação, a dupla fazia essa venda periodicamente no local, monitoramos a ação deles até que nesta manhã eles levaram a pior e prevaleceu a lei e direito da sociedade de viver em paz naquela área, agora cabe ao judiciário fazer as devidas acareações e puni-los na forma da lei" disse Maurício.
Por: Felype Adms.

sexta-feira, 13 de fevereiro de 2015

NORTE ENERGIA ESCLARECE INVERDADES DIVULGADAS NO BLOQUEIO VIOLENTO DE 09/02

Desde a madrugada do dia 9/02, um grupo de indígenas bloqueia com o uso de violência o Travessão 27 da Rodovia Transamazônica, que dá acesso ao Sítio Pimental, onde se concentram as obras da Casa de Força Complementar da Usina Hidrelétrica Belo Monte. O pretexto é o de que a Norte Energia não cumpre as ações referendadas pela Funai e demais órgãos responsáveis pelo acompanhamento das obras condicionantes da Usina Hidrelétrica Belo Monte.
Dentre os atos violentos do grupo, está a retenção de trabalhadores como reféns por horas, o que só foi resolvido com a ação da Norte Energia. E vários veículos da Empresa continuam retidos pelo grupo.
As inverdades divulgadas pelos manifestantes quanto às ações previstas no Projeto Básico Ambiental – Componente Indígena (PBA-CI) levam a Norte Energia a esclarecer e demonstrar que, em sintonia com as deliberações exclusivas do poder público, mantém o rigor no cumprimento dos compromissos que beneficiam as comunidades indígenas da área de influência da Hidrelétrica. São ações em diversas frentes, como: 
Água potável: Todas as 34 aldeias beneficiadas pelo PBA-CI terão as obras entregues no primeiro semestre de 2015. Dezenove delas (55,8%) estão praticamente finalizadas (entre 90% e 95% de execução); oito (23,5%) têm dois terços do trabalho concluído (65%). Em seis comunidades, as reformas e ampliações logo serão iniciadas.
Esgotamento Sanitário: A Norte Energia cumpriu os requisitos da Secretaria Especial de Saúde Indígena, do Ministério da Saúde (SESAI-MS), que autorizou o levantamento de campo nas 34 aldeias em dezembro de 2014. Até o final de fevereiro, será concluído o ajuste desses projetos executivos. Terminada a adequação à realidade de cada aldeia, empresas construtoras serão contratadas para realizar as obras.
Unidades Básicas de Saúde: Após atender as exigências da SESAI-MS, a Norte Energia obteve a aprovação de dois modelos das unidades e já contratou as construtoras para iniciar as obras dos 34 projetos aprovados para as aldeias.

Escolas indígenas: os projetos de escolas nas 34 aldeias indígenas já estão prontos e foram elaborados e aprovados em conjunto com professores indígenas e não-indígenas e representantes das secretarias municipais de Educação da região, da Fundação Nacional do Índio (Funai) e do Ministério da Educação (MEC). A Norte Energia agendou a visita técnica das empresas candidatas a construir as escolas nas aldeias. Porém o grupo que bloqueia o Travessão 27 impediu, no  dia 10/02, que essa atividade acontecesse.
Energia elétrica: A Empresa articulou com a Casa de Governo, Ministério das Minas e Energia e outros órgãos a inserção das 34 aldeias no programa Luz Para Todos, do Governo Federal. Já se iniciaram os procedimentos técnicos para interligar à rede regular de distribuição de energia elétrica as aldeias Paquiçamba, Miratu e Furo Seco, da Terra Indígena Paquiçamba, e a aldeia Terrawangã, da Terra Indígena Arara da Volta Grande do Xingu.
Estradas: A Norte Energia reconstruiu e reformou 424 quilômetros de estradas de acesso para as 34 aldeias da área da UHE Belo Monte. Nos acessos viários das três aldeias da Terra Indígena Paquiçamba, a Empresa recuperou 29 quilômetros. Na TI Arara da Volta Grande do Xingu, dos 34,6 quilômetros de acesso ao rio Xingu, 20,6 quilômetros foram concluídos, e 14 quilômetros estão em andamento. Nas vias de acesso internas desta TI, está em elaboração o inventário florestal em 23,4 quilômetros, indispensável para o início das obras.
Casas: Estão sendo construídas 711 casas de moradia nas aldeias. O padrão dessas residências foi aprovado pelas próprias comunidades indígenas.
Todas as ações da Norte Energia são aprovadas pela Funai e monitoradas por um comitê de acompanhamento integrado por representantes das aldeias localizadas na área de influência do empreendimento.
A Empresa reafirma seu compromisso com o diálogo e lamenta que interesses alheios a esse processo desprezem o trabalho conjunto realizado pelo comitê de acompanhamento das ações do PBA-CI, pela Funai e pela Empresa.
Norte Energia S.A.