sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

EMATER FAZ MAPEAMENTO PRODUTIVO EM COMUNIDADES DE BRASIL NOVO.


Com o intuito de identificar a potencialidade e a produção rural em Brasil Novo, na Transamazônica, a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Pará (Emater) está fazendo um diagnóstico organizacional em quatro comunidades do município. O instrumento vai ajudar a elaborar um plano de desenvolvimento local e um planejamento adequado das Unidades de Produção Familiar.
O diagnóstico considera os aspectos social e produtivo com os indicadores de produção e renda e ainda a vocação individual de cada família. O trabalho de identificação, que já começou a ser feito pela comunidade Carlos Pena Filho, responsável por uma das maiores produções de hortifruti do município, dá prioridade neste primeiro momento para os agricultores que já começaram a ser organizar em associações ou cooperativas.
A ação pretende desenvolver e estimular a diversificação da produção para alcançar novos mercados consumidores e fazer com que os agricultores acessem políticas públicas como o Programa de Aquisição de Alimentos, entre outras. Brasil Novo historicamente tem vocação pecuária. A diversificação da produção pretende, portanto, ter efeito multiplicador junto aos agricultores familiares.
Outra preocupação da Emater é com relação à regularização ambiental das propriedades rurais. No município já está sendo feito o Cadastramento Ambiental Rural (CAR) das propriedades, o que está proporcionando o início da regularização e da gestão ambiental, contribuindo para que Brasil Novo deixasse o estado de embargo.
Brasil Novo é um dos municípios com a maior produção de CAR na região. De um total de 1,5 mil propriedades que precisam ser regularizadas, pelo menos 70% já receberam a visita técnica e foram cadastradas.


Nenhum comentário:

Postar um comentário